windmills by fy

16/11/2009

PENSE PENSAR

Filed under: Uncategorized — Fy @ 2:46 PM

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

             

 

 

 

 

     

 

 

 

 

 

 

 

 

              

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                            

 

 

 

 

 

                                                                                                                                             

 

 

 

 

 

Posted by Elielson

 

 

 

MUSICA :

–   Corporate Cannibal   – 

Grace Jones 

 

 

Pleased to meet you, pleased to have you on my plate
your meat is sweet to me
your destiny
your fate

you’re my life support, your life is my sport

 I’m a man-eating machine

you won’t hear me laughing, as i terminate your day
you can’t trace my footsteps, as i walk the other way

 i can’t get enough prey, pray for me
(i’m a man-eating machine)

corporate cannibal, digital criminal
corporate cannibal, eat you like an animal

 employer of the year, grandmaster of fear
my blood flows satanical,
mechanical, masonical and chemical
habitual ritual

 i’m a man-eating machine..

i deal in the market, every man, woman and child is a target
a closet full of faceless nameless pay more for less empitness

i’ll make you scrounge, in my executive lounge
you pay less tax, but i’ll gain more back

my rules, you fools

we can play the money game
greedgame, power game, stay insane
lost in the cell, in this hell
slave to the rhythm of the corporate prison

i’m a man-eating machine…
i can’t get enough prey
pray for me
corporate cannibal…
digital criminal…

i’ll consume my consumers, with no sense of humour
i’ll give you a uniform, chloroform
sanatize, homogenize, vaporize… you

i’m the spark, make the world explode
i’m a man-eating machine, i’ll make the world explode
corporate cannibal…

 

 

 

 

Fy

8 Comments »

  1. Com um toque de Fy, fica outro nivel.

    Pensar pensar… pois é…
    Hoje no mundo existe essa teia que nos dá quase todas as opiniões possiveis, sobre tudo, e na aquisição de informação, para que não tenhamos nossos pensamentos atropelados, é bom manter o que é de si, o pensamento que é de si sobre si mesmo.

    Comment by Elielson — 17/11/2009 @ 12:24 AM

  2. Elielson,

    Fica nada….;

    isto é só a Fy reagindo ao toque da tua canção.

    Falta colocar teu som: – eu não entendi nada daquele tal de plick:😦 !!!!!!!!!

    Vou tentar de outro jeito e se conseguir acrescento.

    – é….: o pensamento que é de sí…..

    Meu Corpo é o ponto de convergência do tempo
    De tudo o que sou, o que era, o que não fui
    E o que será
    Será?
    O que habito e onde estou
    O que esta dentro
    O que separa
    Tudo o que sou, o que não sou, tudo o que não pode ser
    E todas as potencialidades da carne
    Que um dia irão desmoronar
    Como a última fronteira
    A barreira final a ser desconstruída
    Todas as promessas do espírito
    O único laboratório que possuo
    O local da toda alquimia
    Humana
    Única arma que importa
    E tudo o que posso carregar
    Mas que sera descartado
    Devolvido às estrelas
    À poeira
    À ânsia do tempo
    E eu não sei o que fica além
    E tenho que viver com isso

    Marcadores: Mutaçao

    postado por KALI, desesperadamente humana

    Bjs

    Comment by Fy — 17/11/2009 @ 4:55 AM

  3. – Bueno Elielson.

    Teus comentários também.

    A Fy disse que voce é musico. Gostei da tua levada.

    O lance tá muito bem explicado, e é bem por aí.

    Pense pensar: talvez deste jeito a tal da Águia que existe aqui dentro, consiga se lançar e ser. E voar, cara. Voar.

    Numa época em que a massificação vem engulindo tudo como uma porca faminta agente tá mesmo precisando de mais vozes assim.

    Vamos colocar teu som, brother, vamos cantar teu som.

    abraço aê

    Dennis

    Comment by dennis — 17/11/2009 @ 8:53 AM

  4. Elielson,

    Muito bom. i é isto mesmo!
    Kd o som?

    Vamos lá:

    pense pensar

    Essa sensação de destino iminente que me permeia,
    Este enjoo que me deixa pálido,
    O suor que encharca minhas mãos…

    A inquietação que me faz andar e falar sem parar
    Parece medo, mas não é
    É um desconforto diante de uma simples ideia
    Que destruíra minha clareza…
    Gelo na minha boca e nariz
    Gelo que se estende ao meu peito
    Meu corpo todo arde de frio

    and if &

    When the music’s over

    Turn out the lights

    Dance on fire

    TocaYo

    Aloha

    Comment by tocayo — 17/11/2009 @ 8:58 AM

  5. A Fy disse que voce é musico.

    Dennis.

    Um dia eu chego lá.
    Por enquanto sou metido a musico.
    Qualquer dia eu peço à Fy pra colocar uma musica decentemente gravada,
    Tenho uma banda underground, com nome que parece gospel (Estado de Graça), mas é uma piada de mal gosto, pq se procurar no orkut e afins vai vir mesmo bandas gospel com esse nome.
    E esse problema de massificação é cruel, pq para certos projetos vingarem são obrigados a adotar uma visão mercadológica, não só na area musical, tudo tem que se transformar em um produto que pegue carona na demanda. E acho que o entretenimento que chamam de arte, só é arte quando provoca, mas em meio a massificação as provocações são inebriações, e não revelações. Se o direcionamento focar o interior é ótimo, a massificação seria até bem vinda, mas o que inebria os consumidores, não faz com que percebam serem a vanguarda do movimento de massificação (quando assim o querem), é como se o ideal do Ser, fosse o melhor exemplar de como não ver onde está.

    VLw aê😀

    Comment by Elielson — 17/11/2009 @ 11:35 PM

  6. Tocayo,

    Enquanto a virtude compra apolices de seguro contra lagos de fogo.

    É imposta a neurose como um bom instinto.
    E assim o bem cresce inerente enquanto promessa.
    A vida é finita. Bem e Mal são finitos.
    O trono é o primeiro dominó dos tronos.
    O pecado contra si não é crime contra o todo.
    O crime contra o todo espera a punição.
    Que não vem, por que os pecados ainda se resolvem.
    As inclinações do caos são como um amor neutro.
    Que em frente ao antropomórfico vira antro.
    🙂

    Comment by Elielson — 17/11/2009 @ 11:58 PM

  7. Algumas fotos vieram do meu blogue.
    Mas não são minhas…
    Gostei do post, parabéns.

    Comment by Nilson Barcelli — 31/01/2010 @ 1:19 AM

    • E eu, nem acredito que voce veio no meu blog!

      São sim do seu blog, um pouquinho das viagens incríveis que faço por lá.

      Parabéns e obrigado, à você Poeta.
      Caso voce volte por aqui, – vai encontrar coisas que são suas sim, que são mesmo maravilhosas.

      Obrigado por ter vindo!

      Bjs

      Comment by Fy — 31/01/2010 @ 5:59 AM


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: