windmills by fy

15/12/2009

… hang on:

Filed under: Uncategorized — Fy @ 9:28 PM

 

 

 

 

 

 

If you follow the river around the bend

Where the rainbow ends and life begins

 

 

You’ll find a mighty Stallion

The sire of a heavenly band

 

 

He’s red like the fire

That burns within

And white like the pure soul

Confined in him

 

 

He belongs to no one

Nor ever will !

 

 

 

But you can hear the thunder of his hooves

Then all is still

 

 

 

 

Does this wonderous horse

Live only in dreams?

 

 

 

 

Or maybe in the bright sun

As it beams

 

 

 

 

 

Or maybe ,    –  just maybe

 

He lives in our hearts

 

 

 

 

Forever and ever


Never to part

 

Unless we can release him

 

And set him free :

 

 

 

 

 

 

 

 

Then this Stallion of Dreams

 

Will always be

.

 

 

 

 

 

 

 

 

Poema de Lacie Marie Wiese

by Fy

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

8 Comments »

  1. Lindo poema, não conhecia a poeta não. Por que vc não faz um post com aquele Hino da Oriah – aliás aquilo não é um poema, é um arquétipo.

    beijo,
    Mob.

    Comment by Mob — 19/12/2009 @ 2:27 AM

  2. Parabéns menina.

    Também .

    e pensar que quase tudo o que se lê, o que se vende, entre práticas, cursinhos, workshops, filosofias downloadiadas são justamente fabricadas pra domar, educar e transformar esta nossa essência tão magnífica num jumento domado.

    É, a beleza, as vezes assusta; impacta, seja lá onde e de que maneira. Até quando ela surge dentro dagente num repente meio desavisado .

    Cowboys times pra nóis

    TocaYo

    Comment by TocaYo — 22/12/2009 @ 6:07 AM

  3. Vixi,

    Fazendo fila por aqui…

    Hoje é aqui….. cheirinho de natal…. todo mundo se aproxima, muito bom,

    Oi querida,

    É verdade e que verdade TocaYo. Quantos cercados, quantos arreios nos colocam ou nós mesmos nos colocamos.

    Sabe que as vezes nesta vida, quando chega aquele momento x, sabe como, aquele momento de dar um grande salto …? Agente já está tão adestrado, tão condicionado, que nem sabe por onde tomar impulso. E perde, e não vai,não ousa. Fica amarrado no cabresto da certeza.

    Liberar-se. Libertar-se. Ouvir a si mesmo sem se questionar ou se enquadrar. Sentir sem se rotular. Sonhar sem se analisar. Dançar, né, sem se criticar.

    Daqui a pouco as pessoas vão precisar de workshops de ‘apenas: ser.’

    Fy, isto tem mucho a ver com a cultura condicionadora do terror.- do adestramento religioso, político, financeiro e others.

    Bjinhos
    estou te esperando aqui

    Tô com o Mob na Oriah.

    Bjinho procê Spider e kd poesias? só no alquimia? e parabéns por ele, viagem.

    Comment by Carol — 22/12/2009 @ 6:22 AM

  4. óilá

    Beleza Fy

    Muita beleza.

    Lá lá lá….

    bjs Dennis the girls cowboy…. the last……

    Comment by Dennis — 22/12/2009 @ 6:26 AM

  5. óila

    melhor….bem melhorrrrrrrr

    on the roooooooad……

    bjs sss

    Dennis

    Comment by Dennis — 22/12/2009 @ 6:29 AM

  6. Hey brother… é gagueira, é … que que é?

    Clau, volta!

    TocaYo

    Comment by tocaYo — 22/12/2009 @ 6:31 AM

  7. Aloha Spider

    boa música

    da boa mesmo.

    Tocayo.

    Comment by TocaYo — 22/12/2009 @ 6:32 AM

  8. errei Fy depois tira ?
    TocaYo

    Comment by TocaYo — 22/12/2009 @ 6:36 AM


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: