windmills by fy

16/03/2010

Welcome … to the Real World – COLLAPSE ?

Filed under: Uncategorized — Fy @ 1:57 AM

  

  

  

 O  Homem   

—  à despeito de suas pretensões filosóficas , religiosas , científicas , à despeito de  sua sofisticação e suas muitas realizações  —  

deve sua existência a uma camada de 15 centímetros de solo e ao fato de que chove.”

 

.

 .

.

 

 

  

  

mas … 

o Homem resolveu pensar que era tudo ” mentirinha ” 

Ilusão … 

Apostou   num ” reino ”  …  praládelá ….cheio de anjinhos rosados .

e fez assim: 

  

  

 

 

 

 

e …

PULOU ” ! ! !

 

  

 recitando orações 

 cantando mantras 

convicto  que o mundo é uma  …  Ilusão … 

ou na esperança que seu ” SELF ” … SuperDivine … o amparasse .

Todo … feliz ….

 

 

Pulou mesmo  ! ! ! !

 

 

e … 

se esborrachou … 

… claro …

!

 

.

.

.

 

 

  

  

  

Welcome , littlebaby , to the  R E A L   W O R L D

  

C O L L A P S E  

? 

   

   

  

   

por Pablo Villaça : 

   

   

   

TweetMic | pablovillaca’s audio tweet

 

 

 

 

 

  

  

pois é…. vale a pena pensar  …. 

Será que estamos prontos … pra esta Realidade … 

? 

 será que … fomos avisados …  ? 

  

Será que conseguimos imaginar o verdadeiro potencial das batalhas por este  restinho de Petróleo ? 

–  estaremos prontos quando a  ” água … bater …. 

pois é …

pois é …..

 

–  E agora …  , Zé ?  –

 

 ? 

  

  

  

  

 

 ?

 

 

S O M E T H I N G    O L D   ?

S O M E T H I N G    N E W  ?

 

 

A Morte no Khol dos Olhos das Meninas

 

 

Os olhos do deserto já não refletem a noite no khol dos olhos das meninas ,

nem desaguam líquidos no oásis das beduínas .

 

O deserto enviuvou ,

secou como a vagina da Medusa a menstruar sangue dos soldados , Cristos dependurados , corpos açoitados .

 

 

Os olhos do deserto foram furados pela lança do cowboy de Édipo ,

pelo falo de um deus camelô ,

cheirado e embriagado , a vender armamentos de guerra e ações de petróleo pela TV .

 

Vai levar , freguês ?

APROVEITA QUE É HOJE SÓ !

Mísseis a preço de ocasião . Compra um e leva de brinde um canhão !

 

 

Os olhos do deserto se esconderam aterrados em buracos.

Olhos à procura da Mãe .

Querem voltar pra casa .

 

Querem o khol , o carmim e a vulva .

Querem a brisa morna das noites dos jardins da Babilônia,

o calor dos seios da amada Ishtar.

 

 Exaustos ,

Acuados ,

Torturados ,

órfãos de Nabucodonosor ,

os olhos não querem mais o sangue viscoso do negror das florestas petrificadas em óleo

 

 

Os olhos do deserto não querem fumaça a cegar os olhos das mesquitas ,

nem morte a gelar a carne das suas meninas .

 

Querem olhar outra vez o sêmen do pênis do Eufrates a engravidar as tamareiras .

Querem as fitas , os rodopios , os véus e as verduras e frutas das mulheres do mercado .

Querem de volta o cio e a ternura do sândalo e das especiarias.

Querem recontar estrelas e reinventar uma nova matemática.

 

 

Os olhos do deserto não querem mirar a imagem dos seus filhos mutilados em fotografias.

Ao deserto basta somente mirar a Lua e parir caminhos nas estrelas  !

Marcia Frazão

 
 

 

  

 Khol: um tambor mridanga que tem o barro terracotta como seu corpo preso com tiras de couro conectando  duas peles .

 

 

 

 

 

by Fy 

 

 

 

16 Comments »

  1. Fy também gosto muito do Pablo.
    Este documentário é assustador.Não aguentei ver.Imagina o que jánão deve tá sendo transado entre estes super países pra se apoderar do petróleo.
    Garanto que muito mais do que poderiam estar investindo em novas fontes de combustível e viabilização de vida.
    Outro dado assustador é a explosão demográfica.É sério e é triste pensar na nossa terrinha como impraticável.Como sou atéia,me pergunto,sabe, será que estes crentes de outros mundinhos,tão cheios de fervor e de fé,vão deixar o endereço pra gente?rsrsrsrs,ou vamos no salve-se quem puder?rsrsrsrsrsrs
    Este lance da quando a água bater na bundinha…. quero ver quem segura na fé!///!!!/// Aliás,quem disse que a terra precisa de nós? Ou qualquer coisa neste universo afora?

    Linda a poesia da Márcia Frasão. Por onde ela anda?

    Comment by Juliana — 16/03/2010 @ 10:54 AM

    • Aliás,quem disse que a terra precisa de nós? Ou qualquer coisa neste universo afora?

      Quem ?

      Ju

      Que NEFASTO estes casos de Pedofilia na Irlanda – Alemanha – e vai por aí a fora.

      Que miseráveis! não dá.

      Kd o mundo?

      Como é q fica a mídia em geral, a propaganda, Kd os ALERTAS?

      VOU FAZER UM POST DAQUELES …. – me ajudaí.

      bjs
      Fy

      Comment by Fy — 18/03/2010 @ 4:36 AM

    • Fá, assustador mesmo. É fato que se as coisas continuarem assim em muito breve teremos aí sérios problemas, de água, comida, espaço… Muito bom esse Pablo…

      bjo

      Comment by Mob — 18/03/2010 @ 5:13 AM

      • Vamos todo mundo fazer um cuso de índio!!!!!!!

        Topas?

        Bjs
        Fy

        Comment by Fy — 18/03/2010 @ 1:34 PM

    • Juliana,

      >Aliás,quem disse que a terra precisa de nós? Ou qualquer coisa neste universo afora?

      Se ela der uma tossidinha de nada a humanidade já era. Nada precisa de nós. Pelo menos não de nossa ignorância. O dom é gratuito. Tanto na vinda quanto na volta.

      bjo,
      Mob

      Comment by Mob — 18/03/2010 @ 5:17 AM

      • Enquanto eu assistia os golfinhos cercarem peixes num documentário ( ô bichinhos danadinhos, douglas adams que tava certo …)no intervalo, passou que realmente, o terremoto do chile abalou as estruturas, 8,8 que levou a 8 centimetros de diferença no eixo, os dias agora são mais curtos, o post veio a calhar, eu não tava ligado nessa da rotação.

        Comment by Elielson — 18/03/2010 @ 6:14 AM

    • Ju,

      Fui lá no blog dela:

      Marcia Frazão:

      Escritora, bruxa, anarco-feminista, caótica, visionária, ensandecida, alucinada, caipira pós-moderna, lunática e… brasileira!!!!

      http://marciarfrazao.blogspot.com/

      Bj
      Fy

      Comment by Fy — 18/03/2010 @ 1:48 PM

  2. Uma vida grandiosa pulsa com o coração gigante da Terra, e tomara que as ondas de um único ser rolem do germe sem fim ao homem pois somos parte de toda rocha, pássaro, animal e montanha, unos com as feras que nos atacam e unos com as que matamos.
    — Oscar Wilde, Panthea

    Abraço

    André

    Comment by André — 17/03/2010 @ 12:55 AM

    • Eu diria que com o coração do universo inteiro.

      somos parte.

      Bjs
      Fy

      Comment by Fy — 18/03/2010 @ 4:20 AM

  3. Fy e Carol

    Um pouco de xamanismo, sabe-se lá…

    Cocoon, a human paradise, floats above the world of Pulse.
    When an ancient entity of Pulse origin awakens on the outskirts ok a Cocoon city, paradise is threatened from within.
    Chosen by desteny, six must choose between saving mankind, and saving themselves.

    Abraço aê

    Comment by TocaYo — 17/03/2010 @ 2:13 AM

    • É sempre lindo.

      chegamos lá!… qualquer dia…

      sabe-se lá……

      Thank’s
      Bjs
      Fy

      Comment by Fy — 18/03/2010 @ 4:22 AM

  4. Na real,não nos resposabilizamos nem pela farra do nosso proprio presidente.

    Neste momento nem mesmo a crise do Petróleo me parece tão devastadora quanto as atitudes deste cara.

    Comment by Ralph — 17/03/2010 @ 4:40 AM

    • Este cara…. cara? pra mim nem é cara.

      É mto feio dizer o que ele é. nem precisa. basta olhar. …OLHAR.

      Acorda Brasil! … Acorda!

      Bjs

      Fy

      Comment by Fy — 18/03/2010 @ 4:24 AM

  5. Se ela der uma tossidinha de nada a humanidade já era. Nada precisa de nós. Pelo menos não de nossa ignorância. O dom é gratuito. Tanto na vinda quanto na volta.

    o misterio é: porque investimos mais e mais em seres ignorantes…tanto na vinda quanto na volta.Êta vai e vem esquisito.

    Beijos
    Ju

    Comment by Juliana — 18/03/2010 @ 11:05 PM

  6. Real World.

    Ironicamente ultrapassou o significado de advertência – The Real World é um alerta!

    Ainda que teoricamente saibamos que o coletivo é coletivo [tautologia suprema], não conseguimos vivenciar isso em nossas vidas.

    Acreditando nisto, não nos resta outra opção do que continuar questionando até que ponto essa tão hiper valorizada vivência interna influenciaria nossas atitudes, vidas e resultados em nosso meio, enquanto atuamos no vas hermeticum; ou as quatro paredes falaciosamente inexistentes do Self.

    Excelente blog. Integrado, intrigante, questionador e divertido.

    Bem legal.

    Wilson

    Comment by wilson — 19/03/2010 @ 11:06 AM

  7. Welcome Wilson.

    … enquanto atuamos no vas hermeticum; ou as quatro paredes falaciosamente inexistentes do Self.

    – puxa Wilson; excelente este seu comentário.

    – Não sei se é exatamente este o sentido das suas palavras; mas caso eu as tenha compreendido corretamente, penso da mesma forma.

    – Seja qual for o “processo” – superestimado de interiorização – acaba se transformando em prisão, sim; empobrece e debilita a interpretação da realidade provocando um pseudodesligamento arrogante e artificial.

    – Pena. O mundo é tão bonito. Ou já foi.

    “Por que meus olhos doem?”

    [ Neo : ao passar para a realidade ]

    “Porque é a primeira vez que você os usa”.

    Matrix I

    Fy

    Comment by Fy — 20/03/2010 @ 1:38 AM


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: