windmills by fy

26/03/2010

a Dança – mais um poema de Oriah Mountain Dreamer

Filed under: Uncategorized — Fy @ 4:04 PM

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Eu lhe mandei meu convite .

 

 

 

esta nota

inscrita

na palma da minha mão

 

 

pela chama da vida .

 

 

 

 

 Não dê um salto gritando:

 ” Sim , é isso que eu quero !    Vamos em frente ! “

 

 

 

  

 

Apenas levante .                                                

             

 e                                                                 

 

 em silêncio                                                      

                     

 Dance .                                                

                                               

comigo .                                               

 

 

 

 

 

 

Mostre-me como você segue seus desejos mais profundos,

descendo em espiral em direção à dor

 

dentro da dor,

 

 

e lhe mostrarei como eu me volto para dentro

e me abro para fora

para sentir o beijo do Mistério,

 

.

doces lábios sobre os meus,

todos os dias.

.

 

 

 

 

Não me diga que você quer encerrar o mundo inteiro

no seu coração.

 

 

Mostre-me como você evita cometer outra falta

sem se desesperar quando sofre uma agressão

e tem medo

de  não receber amor.

 

 

 

Conte-me uma história sobre quem você é .

 

 

e veja quem eu sou  

nas histórias que estou vivendo

.

 

 

 

 

 

 

 

Não me diga que as coisas serão maravilhosas  . . .   um dia .

Mostre-me que você é capaz  de correr o risco

de ficar completamente em paz ,

totalmente à vontade

com a maneira como as coisas    são .

neste exato momento ,

e também

no momento seguinte ,

e no seguinte .  .  .

 

 

Já ouvi histórias demais sobre a audácia heróica .

 

 

 

 

 

Conte-me como você desmorona

quando esbarra no muro ,

o lugar que você não pode transpor

pela força da sua vontade

 

.

 

 

O que conduz você para o outro lado desse muro ,

para a frágil beleza da sua condição humana

 

?

 

 

 

E depois de mostrarmos um ao outro

como definimos e mantivemos os limites claros e saudáveis

que nos ajudam a viver lado a lado um com o outro ,

 

 

 

 

 

 

 

 

Leve-me para os lugares do planeta

que ensinam  você a dançar

 

 

 

os lugares onde você pode correr o risco

de deixar o mundo partir seu coração

 

 

 

e  eu

conduzirei você aos lugares

onde a terra  debaixo dos meus pés

e as estrelas no céu

fazem meu coração ficar inteiro

de novo

 e

de novo

.

 

 

 

 

 

Mostre-me como você cuida dos negócios

sem deixar que eles determinem quem você é .

 

 

Quando as crianças estão alimentadas

mas as vozes internas e as externas

gritam que os desejos da alma têm um preço alto demais ,

vamos lembrar um ao outro

que o que importa

não é o dinheiro .

 

 

 

 

Mostre-me como você oferece ao seu povo e ao mundo

as histórias e as canções que você quer

que os filhos de nossos filhos recordem

.

 

 

e eu revelarei a você

como eu me empenho

não para mudar o mundo 

mas     – para amá-lo

.

 

 

 

Sente-se do meu lado e compartilhe comigo

longos momentos de solidão ,

conhecendo tanto a nossa absoluta solitude

quanto o nosso

inegável pertencer

.

 

 

 

 

Vodpod videos no longer available.

 

 

 

 

 

 

 

 

sem que eu me responsabilize no fim do dia

                                                                                                                                                                                               por nenhum de nós dois

 

 

 

.

 

 

 

 

E quando o som

de todas as declarações das nossas mais sinceras

intenções tiver desaparecido no vento

 

 

 

 

 

.

 

 

 

Não diga   ” Sim  !  ”

 

 

 

 

 

Pegue apenas a minha mão

 

 

e

 

 

D a n c e

.

.

.

 

 

 

–    mas    –

.

    dance   

     c o m i g o . 

.

 

 

    Oriah Mountain Dreamer

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Fy

 

 

 

 

 

 

8 Comments »

  1. Véinha…. mas inesquecível.

    Sabe, Fy, o convite é quase inteiro, porque além disto tudo ainda existe o imprevisível, o súbito.

    Mas que cada um de nós encontre este parceiro, que longe de ser perfeito, apenas dance com agente.

    Tio Gus

    Comment by Gustavo — 27/03/2010 @ 4:47 AM

  2. Quer dançar comigo???
    Venha, deixe-se levar
    Deixe seu corpo leve
    E se leve ao som da música
    Se faça leve
    Se faça livre
    Se faça pleno
    Vem dançar comigo
    Não tem nenhuma ciência
    é só ter concordãncia
    com o embalar dos nossos passos
    Rodopia, sorria, seja feliz
    Deixa que te guio
    Nos passos que ainda não sabe
    Deixa que meus braços te abracem
    Pra se sentir mais seguro
    Não ofereça resistência
    Vamos dançar juntinhos
    Sentir o som nos levando
    Sentir o momento supremo
    Dançando…dançando…vivendo

    Vitória/ES

    muito lindo.
    Aliviou muito, meu coração.

    Marianne

    Comment by Marianne — 27/03/2010 @ 5:15 AM

  3. Mostre-me que você é capaz

    de correr o risco de ficar

    completamente em paz.

    ————————————————

    A tempestade tá se armando, bem vinda seja!

    Tá muito quente, abafado. Mar parado.

    ————————————————

    – Bom, muito bom, Gustavão.

    — Who wants to dance?

    – de novo

    e

    – de novo

    – é, esta mulher vai bem fundo.

    – é dançar ou não.

    depois volto aê

    TocaYo

    Comment by TocaYo — 27/03/2010 @ 6:03 AM

  4. Gustavo, TocaYo

    >Mas que cada um de nós encontre este parceiro, que longe de ser perfeito, apenas dance com agente.

    >- é, esta mulher vai bem fundo.

    – é dançar ou não.

    Aquela velha historia

    Dance and let dance…
    Dance and be danced…

    >

    come on, babes and pals, I’m on fire, hot and burning…

    Rumbora?

    Comment by Mob — 27/03/2010 @ 7:10 AM

  5. Aquela velha historia

    Dance and let dance…
    Dance and be danced…

    come on, babes and pals, I’m on fire, hot and burning…

    Rumbora?

    Rumbora.

    Abraço aê, Spider

    TocaYo

    Comment by TocaYo — 27/03/2010 @ 7:44 AM

  6. come on, babes and pals, I’m on fire, hot and burning…

    Rumbora?

    Olha voces dois:não entenderam não o convite da Oriah.Num tem //babes nem pals//pra dançar assim.Taí o convite que agente faz pra só e somente um alguem.E às vezes nem faz.Dançar com uma multidão,é dançar sózinho.E dançar sózinho é fácil.E sózinho.

    Bjinhos pros dois
    Ju

    Comment by Juliana — 27/03/2010 @ 8:43 AM

  7. >Olha voces dois:não entenderam não o convite da Oriah.Num tem //babes nem pals//pra dançar assim.

    É verdade, Ju, é verdade… vc tem toda razão.

    Comment by Mob — 27/03/2010 @ 3:57 PM

  8. Muito lindo
    Zaíra

    Comment by Zaíra — 28/03/2010 @ 5:50 AM


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: