windmills by fy

09/05/2010

adivinho-te

Filed under: Uncategorized — Fy @ 10:38 AM

 

 

 

Adivinho – te 

do TocaYo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É precisamente por não te pareceres com ninguém,                                      

que gostaria de te encontrar sempre…                                    

em toda a parte…                                   

Hugo Pratt                                        

 

 

Vodpod videos no longer available. 

 

 

abres-te em rotas misteriosas .

 

 

como se de viagens  te fizesses .

 

 

como se a  lua  fosse o veículo que te serve .   

 

                      

 

 

                                                                       chegas .

 

                                                                      com pressa de chegar .  adivinho – te

                                                                     entre os lugares do meu corpo .

 

 

                                                                     todos os lugares do meu corpo são terminais do teu .

                                                                     estações  rumorosas .  de embarque .

 

 

                                                                  anuncio-te uma verdade .  como se fosse importante

                                                                  digo-te há muito que te espero . muito .

                                                                                                                                 aqui

 

 

                                                                                                                                                                                                                        duas asas de vidro .

 

 

 

                                                                                                                                                                                                                        a transparência da minha pele

                                                                                                                                                                                                                        sob a tua boca . as pernas como linhas .

 

                                                                                                                                                                                                                        âncoras de ti .

 

 

férreo desejo temperado pelo fogo da alma .              murmuro

uma mão e entro na boca das palavras .                       dedos como

                                                                                                     sílabas .  luminários

                                                                                                     pedaços de mim .  de ti .

 

 

 são pequenas estas asas

de lumes tingidos . quase imperceptíveis degradés de sentidos . do sentido .

 

 

sei de cor os caminhos do meu olhar .  sei de cor

a cor dos teus olhos . o ponto exato em que me

refaço . o ponto exato em que me diluo .

 

 

mão , boca , palavras se desvendam .  é fácil .  tão fácil

falar com estas asas .

uma métrica inexata .  palavra .  ponto palavra .

corpo .

abrindo-se como asa . como boca . como palavra .

na boca das palavras

a boca do corpo .

 

mão , boca , palavras se desvendam . é fácil . tão fácil

                                                                             falar com estas asas .

 

 

 

 

 

 

 

 

 

J.  Guimarães

do  TocaYo

 

 

 

 

 

 

23 Comments »

  1. para o TocaYo,

    que diz o que agente não sabe dizer.

    Marianne

    Comment by Marianne — 09/05/2010 @ 2:52 PM

    • Marianne,

      Esta musica é linda e este cara canta muiiiiiito! super banda.

      Vc gosta de country?

      Eu gosto : sou caipira…

      Esta é linda: e eu gosto pra sempre :

      Bjs

      Fy

      Comment by Fy — 10/05/2010 @ 4:30 AM

  2. Aaaaaah Tocayo!

    “Não é estranho?
    O jeito com que as coisas podem mudar?
    A vida que você vive, virada de cabeça para baixo
    De repente, alguém significa mais do que já sentiu antes”

    …. (e) ele me comia
    com aqueles olhos
    de comer fotografia
    chico buarque

    Canta,Tocayo,Canta!

    É muito bom acordar com uma coisa linda assim.
    Bjões

    Ju

    Comment by Juliana — 10/05/2010 @ 2:38 AM

    • Pronto Juju: já arrumei, vê lá. { adivinho-te TocaYo]

      TocaYo é complicado…..

      Muito lindo, isto.

      Vou procurar isto do Chico, não conhecia!

      ” É muito bom acordar com uma coisa linda assim.” – é sim.

      Bjs

      Fy

      Feliz Dia das Mães! de novo!

      Comment by Fy — 10/05/2010 @ 3:21 AM

      • TocaYo é complicado….. (Fy)

        Porque?

        TocaYo

        Comment by TocaYo — 10/05/2010 @ 3:10 PM

    • Aaaaaah Tocayo!

      Aaaaaah Juliana!

      é bom demais!

      Beijo menina que não aparece.

      Feliz dia das mães pra voces.

      TocaYo

      Comment by TocaYo — 10/05/2010 @ 3:08 PM

      • Antes que o pentelho do Dennis corrija:

        Faltou uma vírgula procê, Ju:

        Beijo, menina que não aparece.

        Ahhhhahhhhahhhh

        TocaYo

        Comment by TocaYo — 10/05/2010 @ 3:13 PM

  3. “porque há desejo em mim,
    é tudo cintilância.”

    hilda hilst

    FELIZ DIA DAS MÃES!(para todas as mulheres, que independente de terem parido, são sempre, de alguma forma: mães)

    Sofia M.

    Comment by Sofia — 10/05/2010 @ 2:51 AM

    • Feliz dia das Mães, Sofia!

      E, pra variar : mais coisa bonita. Este poema da Hilda Hilst é um dos que eu mais gosto.

      Ah vou colocar inteiro, pq merece:

      I

      Porque há desejo em mim, é tudo cintilância.

      Antes, o cotidiano era um pensar alturas

      Buscando Aquele Outro decantado

      Surdo à minha humana ladradura.

      Visgo e suor, pois nunca se faziam.

      Hoje, de carne e osso, laborioso, lascivo

      Tomas-me o corpo. E que descanso me dás

      Depois das lidas. Sonhei penhascos

      Quando havia o jardim aqui ao lado.

      Pensei subidas onde não havia rastros.

      Extasiada, fodo contigo

      Ao invés de ganir diante do Nada.

      II

      Ver-te. Tocar-te. Que fulgor de máscaras.

      Que desenhos e rictus na tua cara

      Como os frisos veementes dos tapetes antigos.

      Que sombrio te tornas se repito

      O sinuoso caminho que persigo: um desejo

      Sem dono, um adorar-te vívido mas livre.

      E que escura me faço se abocanhas de mim

      Palavras e resíduos. Me vêm fomes

      Agonias de grandes espessuras, embaçadas luas

      Facas, tempestade. Ver-te. Tocar-te.

      Cordura.

      Crueldade.

      III

      Colada à tua boca a minha desordem.

      O meu vasto querer.

      O incompossível se fazendo ordem.

      Colada à tua boca, mas descomedida

      Árdua

      Construtor de ilusões examino-te sôfrega

      Como se fosses morrer colado à minha boca.

      Como se fosse nascer

      E tu fosses o dia magnânimo

      Eu te sorvo extremada à luz do amanhecer.

      IV

      Se eu disser que vi um pássaro

      Sobre o teu sexo, deverias crer?

      E se não for verdade, em nada mudará o Universo.

      Se eu disser que o desejo é Eternidade

      Porque o instante arde interminável

      Deverias crer? E se não for verdade

      Tantos o disseram que talvez possa ser.

      No desejo nos vêm sofomanias, adornos

      Impudência, pejo. E agora digo que há um pássaro

      Voando sobre o Tejo. Por que não posso

      Pontilhar de inocência e poesia

      Ossos, sangue, carne, o agora

      E tudo isso em nós que se fará disforme?

      Existe a noite, e existe o breu.

      Noite é o velado coração de Deus

      Esse que por pudor não mais procuro.

      Breu é quando tu te afastas ou dizes

      Que viajas, e um sol de gelo

      Petrifica-me a cara e desobriga-me

      De fidelidade e de conjura. O desejo

      Esse da carne, a mim não me faz medo.

      Assim como me veio, também não me avassala.

      Sabes por quê? Lutei com Aquele.

      E dele também não fui lacaia.

      – —————–

      : vou falar assim qdo eu crescer!

      ——————–

      Se eu disser que o desejo é Eternidade

      Porque o instante arde interminável …

      [ é verdade demais, nãoénão? ]

      Thank’s for that.

      Bjs

      Fy

      Comment by Fy — 10/05/2010 @ 3:48 AM

  4. Bela poesia….

    Abrs!

    Comment by Caio — 10/05/2010 @ 1:16 PM

    • Obrigado, amigo, na verdade são trechos de um poema do J.Guimarães.

      Eu só recortei e escolhi umas imagens, quem arrumou foi a Fy.

      Abraço aê,

      Tamo aguardando o livro.

      TocaYo

      Comment by TocaYo — 10/05/2010 @ 3:16 PM

  5. TocaYo é complicado….. (Fy)

    Porque?

    TocaYo

    ——————-

    1- é o bruxo mais bonito q eu conheço !

    2- não tenho a menor idéia pq vc colocou esta musica horrível de triste.

    3- pronto.

    Bjinho pra vc

    Fy

    Comment by Fy — 10/05/2010 @ 4:16 PM

  6. Mais um post maravilhoso.

    Adoro vir aqui!

    Comment by Patrícia — 10/05/2010 @ 4:26 PM

  7. sei de cor

    a cor dos teus olhos . o ponto exato em que me

    refaço . o ponto exato em que me diluo .

    BEIJO Tocayo
    duda

    Comment by duda — 10/05/2010 @ 4:47 PM

  8. TocaYo,

    Olha o que eu fiz: não sei se vai sair, mas depois voce vê se consegue colocar no post>>> #$@#%¨¨&%$#@#$ > tentei de tudo : não sei!!!!!!!!!!!!!!

    Vamos ver se sai aqui :

    bj

    Fy

    Comment by Fy — 11/05/2010 @ 1:51 AM

  9. Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii !

    que raiva! Sai igual no postttttttttttt !

    Comment by Fy — 11/05/2010 @ 1:52 AM

  10. Lindíssimo poema.

    E belíssima foto!

    Abraços

    Renato

    Comment by Renato — 11/05/2010 @ 9:48 AM

  11. Também acho o Tocayo o bruxo mais lindo do mundo. E como dizem, a beleza vem de dentro. Num é sempre… mas aí, no garoto, deu tudo certo.rsrsrsrsrsrsrsrssr
    Lindo o poema, e o visual também.
    Fy, eu adoro esta musica.Quem é que não sofre por amor?

    Bjinhos
    Carol

    Comment by Carol — 11/05/2010 @ 9:52 AM

  12. Japan

    We came across a cool web-site which you could appreciate. Take a search should you want.

    Trackback by Japan — 20/06/2014 @ 10:21 AM

  13. Free Piano

    Really? It really is excellent to witness anyone ultimate begin addressing this stuff, however I?m still not really certain how much I agree with you on it all. I subscribed to your rss feed though and will certainly keep following your writing and pos…

    Trackback by Free Piano — 12/09/2014 @ 12:40 PM

  14. I am no longer positive the place you are getting your information, but
    good topic. I needs to spend a while finding out much more or understanding more.
    Thanks for excellent info I was on the lookout for this info for my mission.

    Comment by Bruststraffung Risiken — 25/10/2014 @ 11:05 PM

  15. A person necessarily assist to make critically posts I’d state.
    That is the first time I frequented your website page and up to now?
    I surprised with the analysis you made to make this
    particular publish extraordinary. Excellent activity!

    Comment by Bruststraffung Fotos — 25/11/2014 @ 12:03 PM

  16. Write more, thats all I have to say. Literally, it
    seems as though you relied on the video to make your point.
    You obviously know what youre talking about, why waste your
    intelligence on just posting videos to your site when you could be giving us
    something enlightening to read?

    Comment by augenlidkorrektur — 08/02/2015 @ 5:41 PM


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: