windmills by fy

10/09/2010

tempo líquido

Filed under: Uncategorized — Fy @ 2:10 PM

 Tudo que Muda

 

A vida muda e não adianta não querer .

A gente muda e não adianta resistir .

O mundo muda e nos cabe acompanhar .

Tenho vivido a estranha , desconfortável e curiosa sensação de não caber mais no que sempre fui .

Engordei na alma e já não me cabe mais .

Ganhei novos contornos , uma flexibilidade diferente e não sei dizer nem definir o que vejo no espelho .

Mas é mutante

e o momento é tão líquido , que escorre pelos meus dedos .

O tempo vem puxando ideias há muito tempo cultivadas para o chão .

É como se a cada segundo minha alma rasgasse minha própria pele , fazendo voar por aí escamas e segredos já velhos e ultrapassados .

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sou daquelas que resiste , que gosta da ilusão de agarrar as coisas , de fingir que em algum momento tudo vai ser de um jeito contínuo para todo o sempre .

Gosto de fazer de conta que a eternidade abraça cada acontecimento da minha vida ,

o que dramatiza qualquer bobagem ,

mas que distrai da desconfortável sensação de estar mostrando minha cara para mim mesma .

A gente muda quando escolhe ser quem se é lá no fundo do baú .

A vida muda quando começamos a contar novas histórias e a ver a vida de um jeito diferente ,

um jeito nosso ,

com uma certeza de olhar que improvisa significados para o mundo .

Sem agarrar  tábuas de salvação a vida passa a ser responsabilidade nossa ,

sem agarrar verdades absolutas ,

lidando com a insegurança , é que tocamos os dois pés no chão de um lugar chamado  Terra .

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O mundo muda e não adianta resistir .

No meio da roda flagro meu cérebro tentando reduzir o mundo a pó , querendo tirar-lhe a realidade que muitas vezes apavora .

Encontro um lugar bem distante , lá no âmago de meu isolamento e assisto sem ser tocada .

Tudo mentira , meu cérebro tem seu jeito de fazer a dor não doer e a felicidade não arrebatar .

E assim engano a mim mesma dizendo que é melhor manter uma distância segura , afinal , nenhum extremo vale a pena .

O que fazer nessas horas de covardia filosófia perante a maior das loucuras ?

 

 

 

 

 

 

A cada dia fico mais convencida de que o mundo exige um mergulho de olhos abertos ,

a vida exige que sejamos tocados por todos os lados .

 

 

 

 

 Porque a vida é sim um diálogo ,

e quando o mundo muda , muda de tom , de discurso , de língua e ficamos sem entender .

É preciso ser poliglota cultural em um mundo globalizado para não vê-lo quebrar aos nossos olhos .

É preciso acompanhar e deixar-se tocar .

Resistir é trancar a respiração .

 

 

 

 

 

 

 

 

Resistir é insistir no pause quando essa opção é inválida .

Controle é ilusão ,   deixar não .

É que  ” deixar ”   aqui,   não é abandonar ,  muito pelo contrário  ,

é profundamente estar ,  é a maior das coragens  ,   aquela que assume o presente e          ponto final  .

 

[ Manú ] 

Fy

 

 

 

 

16 Comments »

  1. Lavaste o blog.
    Lindas gravuras,e uma sensação enorme de paz,liberdade,eao mesmo tempo,presença.
    Alexandre

    Comment by Alexandre — 11/09/2010 @ 2:17 AM

    • Q bom Alê !

      q lindo o q vc disse .

      Foi mesmo ?

      bj
      Fy

      Comment by Fy — 12/09/2010 @ 12:32 PM

  2. Pra você,

    Mid-air, I woke up beneath the flight deck,
    And wallpaper airplane.
    As you stared I strapped my helmet on,
    And left your driveway behind.

    Flutter all thru the night and we can pull the clouds,
    Around this paper hanger skyline.
    Summer smile again and you can disappear,
    But I’d rather be here.

    Dive bomb, we descened down the staircase,
    And crashed to the kitchen floor.
    So long, our flight of downing dreams,Preening our soft paper wings.

    Flutter all thru the night and we can pull the clouds,
    around this paper hanger skyline.
    Summer smile again and you can disappear,
    But I’d rather be here.

    Hello down there, oh I made us sing in the air,
    Keeping the midnight stars held high.
    We are captains of the sky,
    Waving goodbye.

    Hello down there, oh I made us sing in the air,
    Keeping the midnight stars held high.
    We are captains of the sky,
    Waving goodbye.

    Hello down there, oh I made us sing in the air,
    Keeping the midnight stars held high.
    We are captains of the sky,
    Waving goodbye.

    beijos
    do TocaYo

    Comment by TocaYo — 11/09/2010 @ 5:19 AM

  3. Oi Fy, parabéns pelas reportagens e por ter exposto seu modo de ver.
    grande abraço
    Bel

    Comment by Bel — 11/09/2010 @ 5:25 AM

    • Bellll

      Que bom te ver aqui.
      Que coisa mais importante!

      Pois é, tá difícel engulir, não tá ?

      Outro dia eu lí que o lance dos 3 macacos : outra ladainha japa – ; NÃO VEJA – NÃO FALE – NÃO OUÇA – é de origem budista : introduzida por um monge [ não é certeza : diz a lenda ].

      Não veja o mal –
      Não fale o mal –
      não escute o mal .

      Independente das milhões de interpretações que os “incríveis- brasileiros” “fornecem” pra qualquer absurdo : me diz : vc já viu um condicionamento comuna mais eficaz ?

      Ou seja :

      Veja – Ouça – Sinta na pele … mas … NÃO FALE .

      É ou não é pra um governo fazer a festa ?

      bj
      Fy

      Comment by Fy — 12/09/2010 @ 12:27 PM

  4. adorei Manú!!!!!!!!!
    bjinhos
    Carol

    Comment by Carol — 11/09/2010 @ 5:35 AM

  5. It’s impossible not to like!

    Comment by Idrinkyourmilkshake! — 11/09/2010 @ 9:04 AM

    • Drink?

      ahahahahahah Nice! I loved it!
      So, be welcome, everytime you want. Go to the Zwill too.

      bj
      Fy

      Comment by Fy — 12/09/2010 @ 12:14 PM

  6. Bubbles
    Some bubbles rise up to the sky
    Some bubbles don’t I don’t know why
    Easily popped by just one touch
    Easily missed by way to much

    Silent and round as we make it
    Being forgotten bit by bit
    Weaker and weaker as it grows
    That is what happens, I suppose

    Of all the ones that we condemn
    We don’t remember all of them
    Even when we continue to grow
    We still wonder where they go
    Paula Jane Harrison

    BEIJO
    Marianne

    Comment by Marianne — 11/09/2010 @ 2:50 PM

    • Ah , eu tb tenho uma bunitinha :

      Blowing bubbles
      in the air;
      like my dreams,
      they disappear.

      Perfect, round
      then hit the ground…
      without a trace left anywhere.

      Transparent, rainbow-colored glow
      drifting silent, to and fro
      and though I want each one to last
      I just can’t catch them very fast…

      ahahahahahah

      bj
      Fy

      Comment by Fy — 12/09/2010 @ 12:09 PM

  7. é profundamente estar , é a maior das coragens , aquela que assume o presente e ponto final .

    é profundamente “estar”.
    profundamente.

    duda

    Comment by duda — 11/09/2010 @ 11:12 PM

    • duda, saudade!

      sabe que com este modismo fakezinho do não-sou e não-estou, assumir a vida e o real virou ato de coragem, sim.
      quiiiii papo mais chatinho …. eu acho .
      Pq será q brasileiro tem esta tendência burra de imitar indiano , cubano , morto-vivo, e tudo e qq coisa q não tenha dado certo em lugar nenhum ?

      bj
      bom te ver
      Fy

      Comment by Fy — 12/09/2010 @ 12:00 PM

  8. Nossa ki texto ótimo. acho uma questão fundamental. parece se encaixar na definição que uma certa filósofa faz do niilista:aquele que põe a negação no cerne da existência e se recusa a assumir um projeto de maneira positiva.isto é Brasil,mana, isto é Brasil.
    Duk@

    Comment by Duk@ — 12/09/2010 @ 1:43 AM

    • Taí mano.

      Parece que Ki nunca vai deixar de ser!Pena Ki o ChiKo Xavier também não se candidatou . . . – lá do Nosso Lar . ahahah

      Qualquer lugar . . . é o lar destes loucos – menos aKi .

      Enquanto isso , o Lula faz a festa . E olha . . . quem diria que “este” é que era o Inteligente ?

      O resto . . . decerto tá na bribria .

      pena .

      bj
      Fy

      Comment by Fy — 12/09/2010 @ 11:49 AM


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: