windmills by fy

20/02/2011

about you .

Filed under: Uncategorized — Fy @ 4:38 AM

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  .

Vodpod videos no longer available.

 

 

abre-me as portas, e as janelas do teu corpo

nas várzeas onde nasceu a sombra

sílaba                                                                         

a sílaba .                                                                    

                                                         

nas amoras

constrói a dança noturna das flores

como uma retórica

de atrito por uma poesia liquida

 

 

murcham
as flores pela manhã ,  no frágil ,

num continente à deriva

 

na geografia do coração, ajuda
a caminhar o caminho para a
Marrié de Duchamp, a habitação dócil

.

.

.

 

que o novo corpo ergueu.

a caliça
ainda fresca                            

dos muros  dos sentimentos
da tua pele,

para o traço grosso do
nível erótico no desenquadramento da
emoção,

 

 

 

 

pedra

a

pedra

serenamente crias  a luz instável das aves

 

a dança pós-moderna do poema

 

no eclipse do sol do teu estar

 

até que a mão . . .  toque

|

|

o chão .

   

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

do TocaYo.

Frases de José Gil . 

35 Comments »

  1. no eclipse do sol do teu estar

    demaissssss.

    beijo
    duda

    Comment by duda — 20/02/2011 @ 9:21 AM

  2. Muito bom TocaYo. Que fim de tarde!

    Este cara também manda bem.
    Eu vou tentar colocar uma animação dele, mas é da Vímeo, nunca tentei , coloco o endereço, caso não saia, vale a pena.

    Joshua Radin I’d Rather be with you from Thomas Hicks on Vimeo.

    té já, moçada.
    beijo
    (tio) Renato

    Comment by Renato — 20/02/2011 @ 9:34 AM

    • Renato, muito legaL!

      Mas eu só consigo colocar estes vídeos da Vímeo com o Vodpod.
      Se vcs descobrirem outro jeito…

      Já arquivei!

      Tb gostei mto deste Joshua Radin, o Tocayo toca mto bem o Today. … vou gravar… ahahahah

      bj
      Fy

      Comment by Fy — 22/02/2011 @ 3:56 AM

      • legal mesmo o vídeo, Renato. o Today na verdade é uma celebração. tem uma levada gostosa mas é na letra que ele pega.é como a poesia do Gil,que quase esculpe um pertencimento.

        deixa-me entrar no teu corpo
        ser o ser das sombras,
        o umbigo verde e prata a pensar-te
        instável
        no berço estreito que me pedes.

        é a fome da paixão/ que é o cinzel do amor.
        pertencimento.que pertence quanto mais e na medida em que é pertencido.
        sem choro nem vela.

        bj
        TocaYo

        Comment by TocaYo — 22/02/2011 @ 12:36 PM

  3. que de-lí-cia!
    beijo
    Fy

    Comment by Fy — 20/02/2011 @ 9:38 AM

  4. HahaHa…tá bom.
    beijo menina.

    Téjá Renatão.

    Aloha duda.

    TocaYo

    Comment by TocaYo — 20/02/2011 @ 9:47 AM

  5. Terríiiiiivel !!!!!!!!!!

    ô perigoso, onde voce acha estas coisas ?

    este blog virou meu canal de música. Aquela da Iemanjá é outro achado.
    Que tarde, hem?
    téjá que a noite já taí.
    bjinhos da Carol poeta lindo

    Comment by Carol — 20/02/2011 @ 9:57 AM

    • beijo, Carol.

      acho por aí, bom é voce gostar.

      TocaYo

      Comment by TocaYo — 22/02/2011 @ 1:01 PM

  6. Renato, que lindo!
    ui esqueci.

    Comment by Carol — 20/02/2011 @ 9:58 AM

    • Carol, o TocaYo faz estas coisas em 10 minutos!

      Muito bom!
      300 chamadas entre sábado e domingo. Acho q todo mundo tá precisando de poesia. E de amor.

      Eu adorei também, poeta lindo….

      bj
      Fy

      Comment by Fy — 22/02/2011 @ 3:59 AM

  7. Para um final de tarde, só mesmo um sentir assim.

    Falando em Rodin:

    “The leaves are falling, falling from far away,
    as though a distant garden died above us;
    they fall, fall with denial in their wave.

    And through the night the hard earth falls
    farther than the stars in solitude.

    We are all falling. Here, this hand falls.
    And see – there goes another. It’s in us all.

    And yet there’s One whose gently holding hands
    lets the falling fall and never land.”

    Autumn by Rainer Maria Rilke, from The Book Of Hours, 1906, translated from the German by Daniel Slager . in Auguste Rodin by Rainer Maria Rilke, Archipelago Books: 2004.

    obrigada
    BEIJO
    Marianne

    Comment by Marianne — 20/02/2011 @ 11:03 AM

    • um pouquinho de outono neste calorão é mto bom!
      ainda mais deste assim!
      bj
      Fy

      Comment by Fy — 22/02/2011 @ 4:00 AM

  8. Fantástico post…

    “o movimento que já vi, a impossibilidade de escrever o que vivi em diagonal rápida, numa estratégia compositiva da água da alma.” – Augusto dos Anjos sentiria inveja em ler isso escrito de outras mãos que não as dele😉

    Abraços,

    Marques Patrocínio

    Comment by Marques Patrocínio — 20/02/2011 @ 6:23 PM

    • Que bom te ver!
      bj
      Fy

      Comment by Fy — 22/02/2011 @ 4:27 AM

    • Abraço. amigo.
      Muito legal o visual do teu blog.
      TocaYo

      Comment by TocaYo — 22/02/2011 @ 12:40 PM

  9. Ôopa Marques, que prazer. Estava fazendo falta.

    À voce, meu amigo TocaYo, acho que só posso agradecer por este Bom Dia.
    É raro, amigão, acordar num dia lindo assim e ser abraçado por um poema tão … ahahah, verdadeiro.

    Que bom!

    … mas também vejo outras coisas:
    vejo beijos que se beijam
    ouço mãos que se conversam
    e que viajam sem mapa.

    Vejo muitas outras coisas
    que não ouso compreender…

    – Drummond ,poeta, quem sabe… talvez….

    talvez em sábados, em piercings de Rodin. Num vento rosa qualquer.

    Aloha.
    beijo a todos
    (tio) Gus

    Comment by Gustavo — 21/02/2011 @ 1:58 AM

    • …. o que mata um jardim não é mesmo
      alguma ausência

      nem o abandono…

      O que mata um jardim é esse olhar vazio
      de quem por eles passa indiferente.

      Mario Quintana

      loveyou
      Fy

      Comment by Fy — 22/02/2011 @ 4:33 AM

    • Num vento rosa qualquer.
      Aloha brother.
      TocaYo

      Comment by TocaYo — 22/02/2011 @ 12:45 PM

  10. Post tão Ma-ra-vi-lho-so !

    Comment by Anonimo — 21/02/2011 @ 3:46 AM

  11. Post Maravilhoso!

    Comment by Anonimo — 21/02/2011 @ 3:52 AM

  12. Hoje vou fazer diferente.
    Vou só agradecer.
    Porque estou dançando.

    beijos a voces.
    Sofia M.

    Comment by Sofia — 21/02/2011 @ 10:19 PM

    • Que muito bom!
      saudades
      Fy

      Comment by Fy — 22/02/2011 @ 4:34 AM

      • Então vou fazer um post todo dia, Sofia.
        Dizem que a dançar , a cantar vive o poeta, o mendigo, o rei ou o profeta.
        Eu prefiro as lindas mulheres.

        Aloha
        TocaYo

        Comment by TocaYo — 22/02/2011 @ 12:44 PM

        • E o que seria das mulheres sem os verdadeiros poetas?

          A importância das palavras.O calor da receptividade.Com voces reaprendi a dançar.A falar, me expressar.
          Sou tão importante.
          Obrigado.
          Sofia Mastrada

          Comment by Sofia — 23/02/2011 @ 12:58 AM

  13. Caso eu tenha esquecido alguem, Aloha!

    TocaYo

    Comment by TocaYo — 22/02/2011 @ 1:04 PM

  14. Excelente música, excelente post.
    Parabéns.
    Que sorriso!
    Abrço
    Alexandre Golaiv

    Comment by Alexandre Golaiv — 22/02/2011 @ 2:56 PM

  15. e… a incomparável leveza (de) ser.

    passeiporaqui

    Comment by passeiporaqui — 24/02/2011 @ 11:51 PM

  16. Desculpa, agora que eu entendi.

    Tenho certeza que a Fy reúne sofisticação e um lindo sorriso.
    “viajar”=uma paixão que me deixou muito imaginativa hahah acontece.
    Bj .

    Comment by Ari — 01/05/2011 @ 3:30 AM

  17. Pensei que esse post fosse do “amigo” do Tocayo. Está a imaginação da pessoa.

    Comment by SOL — 02/05/2011 @ 5:08 AM

  18. Pensei que este post fosse do “amigo” do Tocayo . Essa foi a confusão.

    Comment by SOL — 02/05/2011 @ 5:10 AM

  19. Vamos lá Sol,

    Vou tentar esclarecer sua confusão. O TocaYo > eu, não tem amigos entre aspas.
    Aliás, irmão, ele > eu, não tem nada entre aspas.
    A sua confusão começa por aí.

    O poema é de José Gil, devidamente documentado no texto que voce leu aqui no Windmills, procure na Wikpédia e se informe.
    Se sua confusão persistir : TocaYo7710@gmail.com, à disposição.
    Abraço aê.
    Sem aspas, amigo.
    Deixe as aspas em outro canto, quando vier por aqui.
    TocaYo

    Comment by TocaYo — 02/05/2011 @ 5:36 AM

  20. errata!

    – força do hábito-

    email correto:

    Tocayo7710@gmail.com

    Tocayo7710@hotmail.com

    ————————

    O Hotmail eu abro toda hora.

    TocaYo

    Comment by TocaYo — 02/05/2011 @ 6:22 AM

  21. Japan

    You made some decent points there. I regarded on the internet for the difficulty and located most people will go together with together with your website….

    Trackback by Japan — 11/04/2014 @ 7:40 AM


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: